RIZZO NET

São Sebastião é a primeira cidade do Estado de São Paulo integrada com o sistema Detecta do Governo Estadual

A cidade de São Sebastião é a primeira do Estado de São Paulo a estar integrada com o sistema Detecta do Governo do Estado, que, além de realizar um monitoramento por câmeras, reúne o maior banco de dados de informações policiais da América Latina.

Segundo o diretor do Centro de Operações Integradas (COI), Jean Washington de Oliveira, a integração teve início hoje (15/09). “Temos três entradas na cidade, quem vem da Costa Norte, quem vem da Costa Sul, e quem vem e vai para balsa. Dispomos agora integração de seis câmeras do Dersa, que já estão em funcionamento e temos as nossas câmeras chamadas OCR, duas na entrada do Bairro São Francisco, para quem vem da Costa Norte, e três na entrada da Topolândia, para quem vem da Costa Sul”, explicou.

De acordo com ele, OCR são câmeras que fazem a leitura de caracteres, ou seja, um veículo passa por essa câmera e ela faz a leitura da placa do automóvel, manda as informações para um banco de dados dentro do próprio sistema e o sistema responde, em quatro segundos, se consta qualquer tipo de restrição, se ele é produto de roubo, furto, estelionato ou qualquer outro crime em território nacional.

“Esse banco de dados eu posso alimentar com informações que eu tiver, se um carro é produto de roubo, furto, crime, se é suspeito envolvido em qualquer crime, se foi suspeito próximo a qualquer evento criminoso, então posso alimentar conforme a informação que eu tenho ou a necessidade a respeito daquele veículo. É uma ferramenta excepcional que hoje temos a disposição no sistema integrado de São Sebastião”, disse o diretor do COI.

Detecta

Implantado pelo Governo do Estado em 2014, hoje o sistema conta com 3.144 câmeras em 1.497 pontos de todo o Estado de São Paulo.

Estão integrados ao sistema os bancos de dados das polícias civil e militar, do Registro Digital de Ocorrências (RDO), Instituto de Identificação (IIRGD), Sistema Operacional da Polícia Militar (SIOPM-190), Sistema de Fotos Criminais (Fotocrim), além de dados de veículos e de Carteira Nacional de Habilitação (CNH) do Detran.

Os dados reúnem informações e fotos de criminosos procurados, cadastro de pessoas desaparecidas, dados sobre a situação de veículos, se estão com os documentos em ordem, se foram furtados, roubados ou clonados.

Fonte: radarlitoral.com.br

Deixe um comentário